Páginas

sábado, 11 de julho de 2015

Assaduras em Bebês - Como Prevenir

foto meramente ilustrativa

Problemas com assaduras agride 50% dos bebês até os 12 meses de idade, sendo que a higiene e limpeza da pele é primordial para a prevenção das assaduras em bebês.

As assaduras exerce uma das angústia mais fortes nas mães de bebês, tornando um enorme pesadelo, agride 50% dos lactentes. É uma inflamação da pele, caracterizada por vermelhidão, escoriações, umidade e aspecto brilhante e com permanência prolongada em contato com umidade a pele do bebê.

O contato com elementos alcalinos presentes na urina e nas fezes do bebê é um coeficiente desencadeador, tornando frágil à ação de bactérias e fungos.

Todas mães sabem e aquelas que estão vivenciando isto pela primeira vez é que quando a criança é amamentada com leite materno, a formação das suas fezes depende exclusivamente do que a mãe se alimenta. Alimentos ácidos ingeridos pela mãe consegui alterar o pH e a textura das fezes, alterando as características. 

A limpeza da pele é uma ação frequente e muito importante, porque a pele rompida é mais vulnerável a doenças e infecções. E a melhor maneira de evitar as assaduras é fazer uma excelente higienização e manter o bebê sempre limpo e sequinho.

As dicas para a prevenção de assaduras é:
  1. Usar água em abundância, é ela que irá trabalhar como agente de limpeza e um sabonete sem perfume ou fragrância;
  2. Os lenços umedecidos deve-se evitar, em razão de crianças com tendência a dermatite pelos seus componentes químicos;
  3. Sobre troca de fraldas deve ser realizada entre 8 a 10 vezes durante ao dia, nos seus primeiros meses de vida. Diminuindo a frequência das trocas a medida que a criança cresce;
  4. Apresentando assaduras, as trocas devem ser feitas com uma frequência maior e deixar a criança sem fraldas em alguns momentos do dia;
  5. Os cremes e pomadas devem ser usados com moderação, eles contém óleo e água e muitas óxido de zinco como corretivo cutâneo; outros produtos contém camomila, macela, aloe como anti-inflamatório e capaz de proteger. Os cremes de barreira devem ser usados com fartura e frequência;
  6. Deixe de lado antissépticos e produtos perfumados, talco não deve ser usado em crianças pequenas pelo risco  de inalação das partículas, podendo ser incomodativo para as vias respiratórias;
  7. Dependendo do estágio da assadura, um médico deverá ser consultado.

Bom, hoje já se passaram 14 anos que o meu André nasceu, passei por preocupações, aflições e que eu me lembre ele teve uma vez assadura, proveniente do berçário que ele ficou. Tenho ótimas recordações de como ele foi bem cuidado e é até hoje.

Nós mães podemos e temos que fazer o melhor pelos nossos filhos(as), cuidar, zelar, se doar, ser uma super mãe.

A partir daqui, quero relembrar alguns pontos da mãe de primeira viagem que fui e trazer alguns posts esporádicos relacionados a bebês, crianças. 
Então até a próxima!!

foto meramente ilustrativa


7 comentários:

Fatinha disse...

Oi Tânia

Agora com o uso das fraldas descartáveis ficou mais fácil. Imagine antes, quando éramos bebês, que (eu pelo menos usei) nossas mães usavam somente fraldas de pano.
Creio que as trocas eram acima de 15 vezes/dia.

Ótima postagem. Sempre irá ajudar alguma mãe de 1ª viagem.

bjs

Daiane Aline disse...

Nossa Tânia, é muito angustiante mesmo quando eles ficam assados.
Lembro uma vez que o Du (meu mais velho ) ficou assado mas quando trocamos a fralda ele melhorou.
E sobre os lencinhos umedecidos tão praticos mas que agridem e pele do bebê, eu os lavava e colocava novamente no pote e usava bem esporadicamente, quando estava fora de casa.
Mas pra mim a prevenção é a melhor saída pra assadura.
Bjuss!

Lécia Freitas disse...

Oi Tânia, vim retribuir e agradecer sua visita lá no Cores e Arte. Fico feliz que tenha gostado! Também gostei daqui do seu espaço. Virei muitas vezes para lhe visitar. E você também apareça, sempre que puder, Será uma alegria e um prazer.
Ótimo fim de semana!
Abraços,
Lécia Freitas

Lécia Freitas disse...

Oi Tânia, vim retribuir e agradecer sua visita lá no Cores e Arte. Fico feliz que tenha gostado! Também gostei daqui do seu espaço. Virei muitas vezes para lhe visitar. E você também apareça, sempre que puder, Será uma alegria e um prazer.
Ótimo fim de semana!
Abraços,
Lécia Freitas

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Tania.
Muito interessante essa postagem, assadura em criança aparece as vezes, devemos manter os cuidados sempre. Uma linda semana. Beijos.

Blog da Gigi disse...

Olá amei seu cantinho!!!!!!!! Seguindo!!!!! Bjksssssssssss

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Tânia,adorei sua dica sobre assaduras em crianças,é válida principalmente para mamães de primeira viagem.
Obrigada pela visita e por me seguir.
Bjs-Carmen Lúcia.